Sexta-feira, 15 de dezembro de 2017.
Notícias ››  

ADITEPP inicia um novo projeto voltado para cidadania da Mulher-Sogra.

publicada em 22 de fevereiro de 2011
Mantendo sua tradição de desenvolver práticas sociais novas focadas em temas e necessidades relacionados a questões de gênero, a ADITEPP iniciou em janeiro de 2011 encontros e estudos envolvendo o dia-a-dia e a identidade da Mulher-Sogra.

O projeto consiste na realização de Seminários, Reuniões e Encontros durante o ano de 2011/2012, com “Mulheres-Sogra” dos setores Populares, da Região Metropolitana de Curitiba.

Nestes Seminários serão debatidos aspectos práticos e teóricos relacionados ao imaginário social com relação à sogra; serão debatidos e estudados os problemas culturais que a Mulher -Sogra enfrenta no seu dia-a-dia.

Dentro do contexto de discriminação às mulheres em comunidades de cultura popular, a Mulher-Sogra sofre de preconceitos que a oprimem e a fazem sofrer. Alguns exemplos: a sobrecarga de trabalho, os cuidados e sustento da casa, dos netos; apropriação indébita de seus bens e sua aposentadoria; rejeição às suas experiências de vida acumuladas ao longo de anos, a seus valores e crenças.

Os resultados que se pretendem obter são:
  - Relações de poder mais humanas e democráticas, entre Nora-sogra, Genro-Sogra.
  - Hábitos culturais amistosos com relação à Mulher Sogra por parte de homens, mulheres e crianças e instituições das Comunidades.
  - Redução de conflitos entre Nora, Genro e Sogra, com surgimento do respeito mútuo e várias formas de cooperação.
  - Substituição do preconceito, da discriminação e maus tratos em relação à Mulher-Sogra com novas formas de representações sociais nos eventos culturais, na literatura de cordel, textos nas salas de aula, predominando a valorização e respeito.

No dia 17 de janeiro deste ano foi realizado o 1º Seminário sobre o Dia-a-dia da Sogra. Contou com a participação de 12 mulheres-sogra de 3 municípios da região que trocaram experiências e sentimentos comuns.  Nos próximos encontros serão analisados provérbios, piadas e situações de discriminação contra a mulher-sogra. Já estão programados encontros em fevereiro dias 22 e 23 em dois bairros populares de Curitiba, no Sítio Cercado e Vila Nossa Senhora das Graças.

Se você estiver interessado(a), entre em contato conosco através do e-mail aditepp@aditepp.org.br ou com Cristina (41) 9967-1757.
Estamos também interessados em buscar parcerias e apoio financeiro para o referido projeto.
Fotos: (clique sobre a foto para ampliar)
Versão para impressão Envie para um amigo Deixe seu comentário

Envie esta notícia para seus amigos

Seu nome:
Seu e-mail:
Enviar para:
envie para vários e-mails separando-os com vírgula

Deixe seu comentário sobre esta notícia

Seu nome:
Seu e-mail:
Escreva seu comentário:
0 caracteres utilizados. Máximo 100 caracteres.

Digite o código contido na imagem ao lado:
Caso não consiga ler o texto da imagem, clique aqui.

2 Comentários

29/03/2011 às 22:45
Maria das Graças Alencar escreveu:
Parabenizo pela iniciativa e acrescento que li o livro, "Nós, as Sogras", de uma escritora francesa que tem 4 filhos e as respectivas noras. É um bom trabalho e que mostra também que além das dificuldades normais o problema cultural agrava a situação. SUCESSO!!!!
05/03/2011 às 21:19
Christiano Fernandes escreveu:
Belíssima idéia. Sempre me peocupei quanto a questão de até onde se pode ir brincando com a mulher no papel de sogra? Até parece que esquecem que todas as mães um dia viram "Sogra". Quero contribuir com esta campanha. Coloquem-na no ar com possibilidade de postarmos a mesma nas redes sociais.

Contato

Telefone
(41) 3223-3260